Como eu havia prometido, vim trazer o outro encarte do Marilyn Manson que eu possuia em meu acervo. Quem tiver outros encartes do cantor e gostaria de me enviar , fique à vontade, meu e-mail é jcarvalho1989@gmail.com.

Holy Wood (In the Shadow of the Valley of Death) foi o quarto álbum do Marilyn Manson, lançado a exatamente 10 anos atrás, em Novembro de 2000. O álbum critica duramente a hipocrisia da sociedade, inclusive utilizando letras que falam indiretamente sobre o Massacre Columbine. Para quem não sabe que massacre foi esse, aqui vai um pouco de história! Esse ataque ocorreu no Instituto Columbine(EUA) em 1999, onde dois jovens americanos atiraram em vários colegas e professores.

Este álbum faz parte de uma trilogia completa em sentido inverso e Marilyn se refere a este trabalho criativo como Tríptico. O tríptico é definido pela carreira musical e a performance do cantor desde 1996 até 2001, significando a sua importância para a banda e para os fãs. Este álbum pode ser caracterizado como a "Evolução", o "Poder", "Revolução","Religião", "Celebridade", "Tarô", "Raiva" e "Vingança".

Os singles de Holy Wood foram: "Disposable Teens", "The Fight Song" e "The Nobodies". O encarte é um pouco assustador, começando pela capa representando um Cristo multilado e em seu interior, várias cartas de tarô mostram alguns personagens, criados através de uma mente "excêntrica" (para não me comprometer dizendo coisas pesadas) de Marilyn Manson.