Após o período de quatro anos sem lançar um álbum de inéditas, Pitty renasce com Setevidas, lançado no início de Junho de 2014. Compondo as dez faixas do álbum, Setevidas foi produzido de uma maneira diferente dos álbuns já lançados pela roqueira baiana. Foi tudo gravado ao vivo, sem quaisquer artifícios e em seguida enviado para os Estados Unidos onde Tim Palmer, que já fez trabalhos com U2 e Ozzy Osbourne, se responsabilizou pela mixagem e outros pequenos detalhes do disco. 

A gata preta presente na capa do álbum pertencia a Pitty, que infelizmente faleceu poucos dias depois da sessão fotográfica. A cantora descreve o processo produtivo da seguinte forma:"Muita coisa morreu, muita coisa renasceu e esse processo é dolorido. Foram muitas situações de superação, pessoais e externas. Tem uma coisa de alquimia, de que, pra se transformar em ouro, tem que passar por outras fases", reflete. "Mas é um dia de cada vez e tá todo mundo feliz e realizado em relação ao disco".