Encarte: Liz Phair - Exile in Guyvile (Reissue Edition)

Publicado por | 09:30:00 3 Comentários


O Encartes Pop tem o orgulho de apresentar a vocês (só para quem não conhece, claro) Liz Phair, uma norte-americana que ficou mundialmente conhecida pelo seu primeiro álbum - o Exile in Guyvile - eleito pela Rolling Stone um dos 500 melhores álbuns de sempre da revista. A cantora faz um som voltado para o indie rock, pop/rock, pop/folk então se você curte o gênero, joga o nome dela no Youtube e procura ouvir mais sobre a moça!

Como eu havia falado antes, Exile in Guyvile foi o que a trouxe para o estrelato e é sobre ele quem vou descrever agora. Lançado em Junho de 1993, boa parte das músicas que contém no álbum faziam parte das demos de Liz, as fitas chamadas de "Girly Sound". Um grande ponto que chamou atenção nas músicas feitas por ela, era a sua enorme sinceridade nas composições, como também a simples e rústica produção do disco.

Em 2008 o álbum foi re-lançado (esse que vocês estão vendo agora) e nele vem com quatro canções inéditas e um DVD que mostra imagens de todo o processo do anonimato à sua gloriosa fama. Exile in Guyvile é um álbum importantíssimo na história do Rock e o mesmo recebeu vários prêmios e é considerado "o melhor" em quase tudo de várias épocas. Músicas como: 6'1, "Never Said", "Fuck & Run", "Flower" e "Divorce Song" estão incluídas como uma das melhores e mais chocantes de todos os tempos (fiquei super curioso em ouví-las).

A estréia de Liz Phair no Encartes Pop só foi possível graças ao leitor Ericson quem fez o pedido. Me sinto até honrado em colocar uma parte tão importante da música no meu blog. Valeu mocinho!











Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

3 Comentários:

Ericson disse...

Poxa cara! Gostei muito de ter colocado esse encarte dela. Apesar de eu não achar muita graça nesse encarte, mas adorei a forma que escreveu sobre a Liz! Tenha certeza que ela marcou a música lá no passado... se der para você ouvir ela... pesquise! Não vai se arrenpender!

PS: Apesar de achar meio "sem-graça" a arte do encarte, adoro essa capa dela, é um clássico, P&B, aspecto de antigão... e claro... com os seios nús!

Adoro!

^^

Anônimo disse...

I have read a only one of the articles on your website at this very moment, and I definitely like your line of blogging. I added it to my favorites trap age roster and disposition be checking back soon. Divert contain out of order my site as approvingly and fail me be familiar with what you think. Thanks.

Victor disse...

Por favor posta o encarte do álbum auto-intitulado dela de 2003! Eu acho a capa linda, então o encarte deve ser bem interessante. Obrigado *-*